Home Página Inicial
 

Histórico

Surgida no período áureo da borracha, a Vila Jordão só ganhou o status de Município no dia 28 de abril de 1992 quando por força da Lei 1.034 teve seu território de 6.695,5 km² desmembrado do Município de Tarauacá.

Hoje com quase 7 mil habitantes dos quais 80% ainda vivem na Zona Rural e 20% na urbana, Jordão tem sido notícia nacional por conta da existência de índios arredios em seu território.

Sua economia ate poucos anos atraz era voltada para o extrativismo da borracha e essências florestais, hoje está mais voltada para agropecuária. Na região há grande quantidade de palmeiras de dendê nativa alem de outros recursos naturais ainda mal aproveitados.

Quanto ao setor comercial, mesmo com grandes dificuldades de transporte, cresce cada vez mais tendo em vista o crescimento populacional urbano vindos da zona rural, mas, principallmente de outros município.

As formas de acesso ao município é pelo rio Tarauacá com demora média, em batelão, de cinco dias e em barcos menores até 2 dias. Há também acesso via linhas aéreas.

Localização: Vale do Juruá.
Área da unidade territorial: 6.695,5 km²
Limites: Marechal Thaumaturgo, Tarauacá, Feijó e República do Peru.
Clima: quente com período chuvoso de 6 meses – novembro a abril.
Temperatura média anual: 28,5º C.
Fuso horário: -2 hora do horário de Brasília.
Distância da Capital: 344 km
Acesso rodoviário: não há.
Acesso fluvial: feito pelo Rio Juruá por meio de pequenas e médias embarcações.
Acesso aeroviário: pista de pouso para aeronaves de pequeno e médio porte.

Economia: Tem uma economia incipiente baseada no comércio e o agronegócio e mantém grande intercâmbio comercial com Tarauacá que é o seu principal fornecedor. A agricultura já é produzida em pequenas escalas comerciais.

Fonte: Seiam (Sistema Estadual de Informação Ambiental); Departamento Histórico do Acre; Funtac (Fundação de Tecnologia do Estado do Acre) com adaptações da Assecom.